Histórias vencedoras (A origem das bolas de Berlim)

Depois de tanto tempo e de tantas histórias bonitas e divertidas que os alunos de 4º da eso criaram sobre a origem das tão conhecidas bolinhas, foram três as vencedoras. Aqui ficam elas. 

Parabéns a todos pelo vosso empenho. 

 

A origem das bolinhas de Berlim

Em 1960, no Porto, os pais da princesa herdeira do trono, D. Melissa, procuravam um pretendente que fizesse a sua filha feliz, e para isso pediram algumas provas em que os candidatos se apresentariam e surpreenderiam a princesa com uma sobremesa digna do seu amor.

O primeiro menino trouxe para ela uma fatia de um bolo de cenoura, mas o que ele não sabia é que ela era alérgica a cenoura. O segundo trouxe um pastel de Belém e ela rejeitou, pois algo tão pequeno não enchia o seu coração. E finalmente o último dos pretendentes  apareceu e entregou-lhe uma bolinha de Berlim e ela surpreendeu-se porque nunca tinha experimentado essa sobremesa antes. Gostou tanto dessa sobremesa que decidiu ir com este último pretendente e ele preparou essa sobremesa para o banquete cerimonial. Ele sabia fazer as bolinhas de Berlim porque a sua avó preparava sempre para ele aos domingos.

Depois de casados, começaram uma vida juntos e abriram uma padaria chamada “As Bolinhas de Berlim” que leva o nome “Berlim” do lugar onde a sua avó nasceu.

Beatriz Gonzalez, 4ºC

 

A origem das bolinhas de Berlim

A bola de Berlim é um bolo tradicional português, mas a sua origem é de um pastor do século XVIII que estava a tentar fazer umas batatas e o resultado foi umas bolas de Berlim. As bolas continuam a ser vendidas  até hoje, graças ao pastor que foi por todas as vilas a vender as bolas.  Um dia, o presidente daquela cidade roubou os ingredientes do pastor e ele conseguiu vender mais bolas de Berlim. O nome que têm as bolas (Bolas de Berlim) é porque o pastor se chamava João Berlim e pôs esse nome. Até hoje, as pessoas em Portugal e mais sítios continuam a comer as bolas de Berlim pelo presidente, mas sobretudo pelo pastor e, claro, porque são muito boas.

Enrique Sánchez, 4ºC

 

 

A origem das bolinhas de Berlim

 Há muito tempo, na Alemanha, havia uma menina que se apaixonou por um jovem. Mas eles não podiam ficar juntos, a sua família era rica e ele era muito pobre. Para não ser a vergonha da cidade, ela, a mãe e o pai foram para Portugal e mudaram de identidade.

Anos depois, ela recebeu notícias. O jovem que conheceu ia casar-se com uma amiga em Lisboa no dia seguinte. Sentia-se muito triste mas já tinha marido, dois filhos (a quem amava com todo o seu coração) tinha um bom trabalho e era pasteleira. Então ela decidiu fazer um bolo que ela tinha pensado, chamar Bolas de Berlim (onde eles se conheceram) e foi ao casamento com os bolos como presente de uma antiga amiga. Desde então, os bolos tiveram tal êxito que o bolo se converteu num dos mais conhecidos.

Leonor Cachadiña, 4ºD

 

Melodia da Saudade

Sabes o que significa a palavra Saudade? Pensa um pouco….

maxresdefault

Agora ouve a canção Melodia da Saudade de Fernando Daniel, para depois completares a letra. 

https://www.youtube.com/watch?v=EcJVYdMczGs

http://aspalavrasdesaramago.pbworks.com/w/file/fetch/142423290/MelodiadaSaudade.exp.htm 

 

O Natal com a Rádio Comercial

A Rádio Comercial tem sempre uma canção muito engraçada para nos mostrar. Vejam a deste ano!

Um pouco de História…

Aproxima-se mais um feriado em Portugal, o Dia 1 de Dezembro que comemora a Restauração da Independência. Estará este feriado relacionado com Espanha? Vamos ver o programa Conta-me História da RTP e vamos descobrir o que aconteceu a 1 de dezembro de 1640. 

Fiquem atentos!

Uma lenda e uma sopa.

1. Indica os ingredientes presentes nesta imagem. 

Ingredientes

 

2. Quais os passos a seguir para fazer uma sopa? 

sopa de pedra

 

3. Agora vamos conhecer a lenda da sopa de pedra, um prato regional de Almeirim, uma cidade da região do Ribatejo.  

Bom apetite!

Compromissos sustentáveis

Caros alunos de 1º de Bachillerato,

Aqui fica o mural para escreverem os vossos compromissos sustentáveis, sempre a pensar na diminuição da nossa pegada ecológica. É a nossa gota no oceano!!

Criado com o Padlet

REGRESSO ÀS AULAS NUM ANO LETIVO DIFERENTE

Estamos de regresso e vamos precisar de todas as nossas energias para que o ano letivo 2020/2021 arranque e termine da melhor maneira possível “Juntos somos mais fortes”. 

As máscaras que estamos a usar ajudam-nos a lembrar todas as regras de segurança que devemos cumprir para o nosso bem e para o bem de todos os que nos rodeiam, família, amigos, colegas de escola… 

Vejam com atenção o vídeo que apresentamos e reparem no vocabulário, essencial para o nosso “novo dia a dia”. 

 

Muita saúde e bom trabalho para tod@s!

 

 

Video das Comemorações em Espanha do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

Hoje é dia 10 de junho, um dia muito especial e aqui vos deixamos o vídeo realizado pela Embaixada de Portugal em Madrid que contém a participação das nossas alunas de 1º de Bachillerato Celia Rey e Eva Díez.

- Discurso do Embaixador de Portugal em Espanha, João Mira Gomes;

- Interpretação do Fado “Sou filha das Ervas” de Amália Rodrigues por Maria do Ceo;

- Interpretação do Fado “Amor a Portugal” por Ana Laíns & Banda Sinfónica da PSP;

- Vídeo-compilação de trabalhos alusivos ao Dia de Portugal pelos alunos do EPE Espanha/Andorra;

- Vídeo promocional do Turismo de Portugal

FELIZ DIA!

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

Querid@s alun@s,

Hoje é um dia importante para a nossa disciplina de português, pois em Portugal é feriado e celebra-se o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidade Portuguesas. Realmente sabemos por que razão se escolheu este dia para tal comemoração? E quem foi Luís de Camões?

Vê o vídeo com atenção e depois responde ao quiz.

 

PARA O QUIZ: 

1. ENTRA NO LINK.

https://quizizz.com/join?gc=6002766 

 

2. ESCREVE O CÓDIGO DO JOGO: 6002766. 

 

3. ESCREVE O TEU NOME E APELIDO. 

 

 

Esperamos que tenhas um bom dia em português :) 

 

 

 

“Premio de Poesía Joven Ángel Campos Pámpano”

É com muito prazer que anunciamos aqui no nosso blogue que o  prémio Accésit do concurso “Premio Hispano Portugués de Poesía Joven” foi atribuido ao poema coletivo ” O Dia” criado pelos nossos alunos de 4º da ESO C.

Parabéns, turma! Um bonito trabalho de equipa que homenageia o poeta Ángel Campos tão dedicado à divulgação da Língua e da Cultura Portuguesa e que lecionava no nosso Instituto aquando do seu desaparecimento.

Premio Angel Campos

   https://www.facebook.com/pg/angelcampospampano/posts/

IMG_20200606_121143_309 (1)

 Aqui fica o rascunho. 

 

Para acederem ao poema, devem clicar aqui: O DIA de Os criadores