A veia poética dos nossos alunos nesta quadra natalícia

Após ler o poema sobre o Pai-Natal da escritora Luisa Ducla Soares, foi a vez dos alunos de 3º da Eso acrescentarem mais uma estrofe. 

1575972876

Imagem retirada de :https://pt.scribd.com/document/335274525/Eu-Queria-Ser-Pai-Natal-Luisa-Ducla-Soares

 

Eu queria ser Pai-Natal
E em cada casa brincar,
Trocar um sonho por um presente
e fazer a gente contente.

 Alejandro Bernal

 

Eu gostava de ser Pai-Natal
porque fazia feliz a gente,
trazia muitos presentes
e os fazia os meninos contentes. 

Elena García

 

Eu deixava os presentinhos
ao pé dos sapatinhos,
Ia tão contente,
por fazer feliz a gente. 

Alba González

 

Eu gostava de poder entregar os presentes
e desenhar um sorriso do queixo até à testa.
É muito divertido deixar os presentes
e os meninos poderem mostrar os dentes. 

Alejandro Ferreira

 

Eu queria ser Pai-Natal
porque eu gostava de ver
os meninos felizes 
com os seus presente. 

Iria González

Eu distribuia presentes,
Só às boas pessoas
As pessoas que fossem más
Só recebiam cartão. 

Alicia

Eu queria ser Pai-Natal
porque fazia a gente contente
Eu fazia presentes
para os meninos e meninas. 

Maria Margullón

Se eu fosse Pai-Natal
fazia o que fosse preciso
para fazer a gente feliz
até àquele que não estava a rir. 

Heidi Moracho

 
Eu gostava de poder
Entregar os presentes.
Eu gostava que os meninos
me entregassem a carta com remetente. 

Angelina Martín

 
Eu queria ser Pai-Natal
e ter uma barba branca
para assim fazer feliz
a quase qualquer criança.

Faine

 

Eu queria ser Pai-Natal
E deixar muitos presentes
Para deixar felicidade
e fazer contente a gente. 

Marta Parra

 

Eu queria ser Pai-Natal
Para em cada casa deixar
uma parte da minha felicidade
Sem nada mais que desejar.

Leonor  Cachadiña

 

Eu queria ser Pai-Natal
E distribuir muitos presentes,
Ter uma fábrica de brinquedos
e no Polo Norte estar quente. 

David Rebollo

 

Eu queria ser Pai-Natal
para num saco poder levar
os brinquedos que todo o mundo
terá com felicidade. 

Anónimo

 

Eu queria ser Pai-Natal
e ter todos os presentes que queria
Como ter a carta de Condução 
para poder conduzir um carro de corrida. 

Mario Ramirez

 

Eu queria ser Pai-Natal
para fazer os sonhos realidade,
fazer feliz com os presentes
e fazer a gente contente

Carmen Delgado

 

Eu queria ser Pai-Natal
e ter um fato vermelho
para poder dar
brinquedos e bonecos. 

Irene Sancho

 

Eu queria ser Pai-Natal 
para ter um carro voador
e dar ao menino sonhador
um presente de amor.

Marta Calzado

 

Eu queria ser Pai-Natal
para fazer a gente contente
dar muitos presentes
e não passar as férias doente. 

Alejandro Aza

 

Eu queria ser Pai-Natal
E ter muitas renas,
os meninos ouvem felicidade
eu eu vou pelas janelas.

Sara Nogales

 

Eu queria ser Pai-Natal
para poder trazer a felicidade
a todas as pessoas da tua cidade
e não importa a idade.

Andrea de los Ríos

 

No Natal,
Gosto muito de jantar 
muitas coisas boas
mas é no Natal,
que como mais gorduras.

Javier Zafra

 

O Natal é muito bonito,
mas também é muito branco,
Mas o mais interessante,
é estar com a gente importante. 

Jorge Ramirez

7ª Edição do Concurso Internacional de Leitura

transferir

Já está a decorrer a 1ª fase da 7ª edição do Concurso Internacional de Leitura. Nesta fase das escolas, os alunos inscritos terão de ler duas obras em português para poderem realizar a prova durante o 1º período.

Já podem descarregar os ficheiros em pdf, clicando sobre cada um dos títulos. Aproveitem as férias também para ler  e desfrutar. 

Boas leituras!! 

 

No moinho do escritor Eça de Queirós. 

Este é um pequeno conto que nos fala da vida de Maria Piedade, casada e considerada pelo povo da aldeia onde vivia como uma senhora exemplar. No entanto, a certa altura, a sua vida mudou com a chegada do primo Adrião que vem visitar o seu marido que vivia acamado por uma doença. 

  

SAGA , SOPHIA M. B. ANDRESEN (Sophia de Mello Breyner Andresen). 

“A «Saga» nasceu, na realidade, de uma história de família: o meu bisavô veio realmente de uma ilha da Dinamarca, embarcado à aventura e foi assim que acabou por chegar ao Porto. “  Palavras da autora. 

É um conto que narra a história de Hans, um jovem de 14 anos, residente numa ilha e que adorava o mar. Impedido pelo pai de se tornar num homem com uma profissão ligada ao mar, Hans resolve fugir. 

“O Cão da Lágrimas” de José Saramago

Durante o mês de dezembro, celebrámos nas nossas aulas os 21 anos da entrega do Prémio Nobel a José Saramago que decorreu a 10 de dezembro de 1998. Depois da leitura, análise e tradução de um excerto do livro “Ensaio sobre a Cegueira”, foi a vez dos alunos passarem para o papel e em forma de Banda Desenhada o  episódio do “Cão das Lágrimas”.

1082

1084

Realizado por: Marina Romero, Lucía Regalado, Andrés Murillo e Miguez Vas

1083

1085

Realizado por: Lucía Blanco, Alicia Calero e Alba Blanco

1086

Realizado por: Victoria González, Rodrigo González, Alejandro Rejas, Alejandro Sepulveda, Sergio Valsera e Francisco Santos

1087

Realizado por: Miriam Ortiz, Sergio Rebollo e Maribel Jaramillo

IMG-20191217-WA0003

IMG-20191217-WA0007

IMG-20191217-WA0006

IMG-20191217-WA0004

Os compromissos ambientais

Está na hora de agir!

Começou ontem, dia 2 de dezembro, em Madrid, a Cimeira da ONU sobre as alterações climáticas. Cerca de 50 líderes mundiais vão estar presentes para debater o problema que o planeta atravessa: o aquecimento global.

Nas nossas aulas de Português, os alunos e professoras criaram os seus compromissos relacionados com o meio ambiente, é o nosso pequeno contributo para mudar o mundo.

 

 

 

Feito com Padlet

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Desenvolvimento Sustentável

OBJETIVOS de Desenvolvimento Sustentável (AGENDA 2030)

Desenhos do 1º da ESO C sobre a Lenda de São Martinho

CELIA HURTADO

Screenshot 2019-12-10 18.53.17

Martinho vai a caminho da sua casa                                          Martinho divide a capa em duas partes

PEDRO MORA

Screenshot 2019-12-10 18.54.52

O cavaleiro monta a cavalo .                                Martinho dá a capa ao mendigo.

Screenshot 2019-12-10 18.55.07

Martinho dá a capa ao mendigo                                         Martinho faz acontecer o milagre

Screenshot 2019-12-10 18.55.24

Martinho encontra um pobre.                                           A morte de Martinho.

Screenshot 2019-12-10 18.55.37

                                                         São Martinho dá a capa ao mendigo                                    Aparece o sol

Screenshot 2019-12-10 21.53.49

O cavalo

LUCÍA FUERTES

Screenshot 2019-12-10 18.54.36

A capa de São Martinho

 

Screenshot 2019-12-10 18.49.54

Martinho dá a sua capa ao mendigo                                        O mendigo recebe a capa

PAULA MENÉNDEZ

 Screenshot 2019-12-10 18.50.51

Dia de São Martinho                                              Martinho ajuda uma pessoa.

MIGUEL ÁNGEL

Screenshot 2019-12-10 18.52.10

São Martinho sem medo                                                        Morte de São Martinho

NATALIA TABARES

Screenshot 2019-12-10 18.53.03

Um milagre                                                                           O cavaleiro

PILAR CASTILLO

Screenshot 2019-12-10 18.52.24

Martinho corta a sua capa                                                             Aparece o sol

ANTONIO PANIAGUA

Screenshot 2019-12-10 18.53.55

Martinho monta a cavalo                                                         Ele dá a sua capa

Screenshot 2019-12-10 18.54.12

Martinho corta a capa                                                            Martinho dá a capa ao mendigo

Screenshot 2019-12-10 18.54.25

            O cavalo de São Martinho

A Lenda da Rainha Santa Isabel

Hoje vamos conhecer a Lenda da Rainha Santa Isabel, esposa do Rei português D. Dinis.
Vamos viajar no tempo até ao ano de 1282.

Há Sardinhas!!

Exposição de sardinhas comemorativas para celebrar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. 

Foto 1

IMG_20190612_083928_554

IMG_20190612_083946_272

NuevoDocumento 2019-05-21 17.48.06_2

NuevoDocumento 2019-05-21 17.48.06_3

 

NuevoDocumento 2019-05-21 17.48.06_4

 

NuevoDocumento 2019-05-21 17.48.06_5(2)

 

NuevoDocumento 2019-05-21 17.48.06_6(2)

 

A Arca do menino que inventava poetas

No mês dedicado ao livro, os alunos das turmas de 2º da ESO  da nossa escola leram o conto de José Jorge Letria “A Arca do Menino que inventava poetas”. Após a leitura e interpretacão da história deste menino chamado Fernando que se tornou num grande e conhecido poeta, fez-se uma exposição com os bonitos  desenhos feitos pelos alunos de 2º da ESO C e com a preciosa colaboração do nosso professor estagiário Pedro que desenhou o título. 

 20190404_162223-COLLAGE

O nosso pequeno Paraíso!!!

Mais um ano desfrutamos dum maravilhoso tempo em Funchal e na ilha da Madeira. Estas paisagens fizeram uma grande impressão nos nossos corações, e como todos sabemos não há nada melhor que a boa companhia no espaço adequado.

Esperemos que tenham gostado desta bonita experiência e aquí temos um pequeno percurso fotográfico da nossa viagem

 hdrhdrbtyhdrdavhdrhdrbtydav